LuxRender 1.0


var bdv_ref_pid=486614;var bdv_ref_type=’i’;var bdv_ref_option=’a’;var bdv_ref_eb=’0′;var bdv_ref_gif_id=’ref_468x60_red’;var bdv_ref_width=468;var bdv_ref_height=60;internet advertising

Um dos renderizadores externos com melhor compatibilidade com o Blender, e que compartilha a sua filosofia aberta está com uma nova versão estável. Entre as opções existentes para renderização externa com o Blender que também são de código aberto podemos destacar o LuxRender e o YafaRay. Mas, desde que o Blender teve a sua mudança drástica de interface e funcionamento interno com a série 2.5x, o LuxRender é a opção que melhor se integra ao Blender. Nos últimos dias o LuxRender atingiu um marco no seu desenvolvimento, e depois de ficar várias semanas em Release Candidate chegou na sua versão 1.0 final.
Caso você queira fazer o download dessa versão estável para o seu Blender, basta visitar esse endereço e começar a usar o LuxRender junto com o Blender. Mas, e o Cycles? Essa é uma pergunta que sempre recebo de usuários do Blender que não sabem ainda qual versão usar para seus projetos.

LuxRender 1.0 Splash


O Cycles hoje é uma ferramenta que oferece grande diferencial para criação de projetos dentro do Blender, pois com ele é possível gerar imagens realistas sem a necessidade de plugins ou scripts externos. Mas, o Cycles em termos de desenvolvimento ainda está longe de atingir a quantidade de recursos que o LuxRender já disponibiliza. Por exemplo, o uso de light groups e até mesmo suporte a recursos avançados de iluminação como luzes fotométricas, tudo isso já funciona perfeitamente no LuxRender.
Até pouco tempo atrás era complicado simular luzes pontuais com o Cycles, pois o algoritmo do Path Tracing usando pelo Cycles “não gosta” de fontes de luz pequenas. É por esse motivo que sempre acabamos usando luzes em forma de plano ou área. Somente na versão 2.64 do Blender é que o Cycles começará a suportar as luzes do tipo Spot do Blender.
Com a versão 1.0 do LuxRender o software atinge um nível de maturidade que é procurado por artistas e pessoas interessadas em criar imagens para ambientes de produção. Isso significa menos problemas na produção de imagens.

 Fonte: www.allanbrito.com

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s